e     

 

 

Por PY4ZBZ    23-09-2009     rev.30-11-2010

 

 

Simplificando: D-STAR é um sistema DIGITAL de transmissão de voz e dados (DV), usado em VHF, UHF e 1.2 GHz. A voz é convertida de analógico para digital (por ex. qualidade telefônica a 64 kbps), e depois "comprimida/codificada" por um VOCODER da AMBE, o que evidentemente piora um pouco a qualidade da reprodução, mas que reduz drasticamente a taxa de bits para apenas 3600 bps, incluídos 1200 bps para correção de erro FEC. Ainda permite uma transmissão simultânea de dados a 1200 bps, somando uma taxa total de 4800 bps, que modula a portadora em GMSK, ocupando apenas uns 8 kHz de banda. Em 1,2 GHz, permite transmitir dados a 128 kbps. Compare nos espectros seguintes, a diferença entre os sinais D-Star e o sistema analógico FM comum em V/UHF:

 

    

Uma característica interessante do D-STAR é que as repetidoras digitais podem ser interligadas via internet (Gateways) o que permite a qualquer usuário contato via radio com o mundo inteiro. Veja a lista dos repetidores D-STAR no mundo todo aqui ou aqui , ou num mapa aqui. As repetidoras são "agrupadas e gerenciadas" por meio de REFLECTORs.

Um ponto negativo do D-Star, que apesar de ser um protocolo aberto, criado pela JARL, é que o vocoder da AMBE usado nele (tanto em rádios como no Dongle) usa um sistema proprietário, ou seja, não pode ser reproduzido por softwares abertos como por exemplo o sistema DRM. Claro que qualquer fabricante ou radioamador pode montar um radio D-STAR, mas terá que comprar o chip do vocoder da AMBE. Alguns dirão que não é caro, até concordo, e que não havia nenhum sistema aberto com a alta taxa de compressão disponível na época do desenvolvimento do D-STAR, mas é FECHADO, e não nos permite desenvolver soluções exclusivamente por software, como no caso do DRM. Quem sabe no futuro próximo isso muda ?

 

Veja quem está falando em D-STAR no mundo inteiro, agora, e durante a ultima hora.

Veja quem está ligado na repetidora PY4RCR em Belo Horizonte.

Veja mais sobre D-STAR nos sites seguintes:

www.dstar.com.br           www.cram.org.br           www.dstar-brasil.com.br

 

 

DV DONGLE

Para quem não tem transceptor D-STAR, ou que mora fora da área de cobertura de um repetidor D-STAR, existe um dispositivo de hardware, o Dv-Dongle, que ligado a porta USB do PC, permite acessar a rede mundial D-STAR diretamente via internet. Veja aqui a pagina do projeto do Dv-Dongle, com manual técnico e esquema.

O Dv-Dongle funciona com um software cujas telas são mostradas a seguir:

 

Telas do software DVTool2.0beta 4 de Robin Cutshaw - AA4RC:

 

Tela DOS ao executar o programa:

Depois de abrir a porta serial:

Depois de conectar no repetidor PY4RCR:

 

Tela do software em pleno funcionamento, no caso conectado ao reflector 001 e ouvindo:

 

Janela "Info" mostra detalhes do Gateway conectado :

 

Janela "History" mostra a listagem das ultimas estações ouvidas :

 

Janela "Data" mostra os dados transmitidos simultaneamente com a voz :

Telas de um IC2820 sintonizado na repetidora DStar GB7YD, captadas ao vivo do South Yorkshire Repeater Group, onde aparece a minha transmissão DSTAR via DVDongle:

     

 

 

 

DVAP dongle

O DVAP dongle, DV Access Point dongle, é parecido com o DVDongle pela sua ligação USB com um PC conectado a internet, mas não funciona da mesma maneira, pois ao invés de usar o microfone/altofalante do PC, contém um modulador/demodulador GMSK, sintonizavel na faixa de 2 metros, com 10 mW de potencia, e permite o acesso a rede DStar, por meio de um HT DSTAR (ou qualquer outro radio DStar), num raio da ordem de 100 metros (ou mais com antena externa), atuando como um mini repetidor dentro do QTH. É ideal, por exemplo, para quem não tem acesso direto a um repetidor DStar , mas que precisa da portabilidade de um HT. Meu primeiro contato com um usuário de DVAP dongle foi em 03-04-2010, com Ernie G4LUE, e que estava operando na Australia:

 

 

 

D-RATS  (RATS=STAR ao contrário) é um sistema (software, veja a ultima versão aqui) que permite usar o segmento de dados a 1200 bps do DV D-STAR, permitindo troca de arquivos, mails, chats, reportagens de posição, etc... As telas seguintes mostram alguns exemplos: